Fumo

De Enciclopédia Médica Moraes Amato
Ir para: navegação, pesquisa

Sin. Tabaco.
Planta originária da ilha de Tobaco, nas Antilhas, cujas folhas ressecadas e preparadas de múltiplas maneiras, servem para fumar, mascar ou cheirar. Ela levada para a Europa pelos espanhóis e popularizada na França pelo diplomata Jean Nicot. Há nítida correlação direta entre o Hábito de fumar e a Incidência de problemas vasculares tanto espásticos como orgânicos. As doenças vasculares funcionais são agravadas seriamente pelo Hábito de fumar. Os viciados admitem que a diminuição da freqüência de fumar minimiza sua conseqüências. Essa idéia é falsa. O Espasmo demora um quarto de hora para se instalar, ao fumar um Cigarro e leva duas horas, ou mais, para passar seu efeito. O fumante, de apenas oito cigarros ao dia, permanece praticamente o dia inteiro em Espasmo arterial. Há comprovação de que os grandes fumantes correm alto Risco de vir a ter, mais precocemente, Arteriosclerose e tromboses, tanto em artérias coronarianas, como também nas grandes artérias, como Aorta. O Fumo é comprovadamente muito nefasto para o Sistema arterial, bem como altamente cancerígeno. Ver: Tabaco, Tabagismo, Nicotina

comments powered by Disqus