Ruterfórdio

De Enciclopédia Médica Moraes Amato
Ir para: navegação, pesquisa

[símbolo químico – Rf; número atômico – 104; peso atômico – 261,11(isótopo mais estável); grupo da tabela – 4; configuração eletrônica [Rn].5f14.6d2.7s2 (tentativa); Classificação – metal de transição (estimativa); Estado físico – desconhecido (presume-se sólido) (T=298K)].
Elemento prateado, provavelmente metálico, produzido artificialmente em pequenas quantidades. É o primeiro elemento transactinídeo. Em 1964, G.N. Flerov e colaboradores do Joint Nuclear Research Institute, em Dubna na Rússia, detectaram um isótopo quando bombardearam plutônio-242 com íons Neônio. Eles propuseram o nome de Kurchatovio (Ku) em honra ao físico nuclear Igor Kurchatov. Albert Ghiorso e colaboradores do Lawrence Berkeley Laboratory da Universidade da Califórnia, levaram mais de um ano tentando repetir esta experiência. Mas finalmente concluiram que o elemento 104 não poderia ter sido feito pelos pesquisadores de Dubna. Em 1969, a equipe de Berkeley produziu o elemento 104 de modo, completamente diferente, bombardeando o califórnio-249 com Núcleo de 12C. A combinação de 12C com 249Cf seguida pela emissão de 4 nêutrons, produziram o elemento 257-104. No mesmo ano@b;/b@ em novembro Al Ghiorso propôs que o emento 104 deveria ser chamado de rutherfórdio (Ernest Rutherford foi quem primeiro explicou a natureza da radioatividade e ganhou o Prêmio Nobel em química no ano de 1908). Durante aproximadamente duas décadas, o mundo científico, conviveu com três nomes para o elemento 104. Cada país usava o seu próprio nome. O dicionário Oxford listava ambos, mas politicamente as tabelas periódicas usavam um nome intermediário, uninílio (unnilquad). Para resolver o impasse, o grupo de Trabalho sobre os elementos transférmicos, um comitê junto a União Internacional de Física Pura e Aplicada (IUPAF) e a União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC), reuniram-se em 1985, para determinar, a prioridade da descoberta para todos os elementos Posterior ao férnio (Fm). Em 1992, o comitê concluiu que poderia ser creditada aos dois grupos (Dubna e Berkeley), a descoberta dos elementos 104 e 105. Esta conclusão não foi aceita pelo grupo de Berkeley e outros. Após longas disputas e vários argumentos sobre o nome do elemento 104, a questão foi resolvida em 1994, sendo dado o nome de rutherfórdio, sustentado pelos americanos.
O Ruterfórdio é um elemento artificial, que não ocorre na Crosta terrestre.

comments powered by Disqus